Notícias

Ver todas

Jornal UFG

Ver Todas

Eventos

  • natureza

    BC recebe a mostra fotográfica: Rios Goianos “VIVOS” - A nascente do Meia Ponte

    27 Jun a 29 Jul

    Durante o período de 27 de junho à 29 de julho de 2022, você poderá visitar e prestigiar a mostra fotográfica, Rios Goianos "Vivos" – A nascente do Meia Ponte, do repórter fotográfico João Faria, especializado em meio ambiente e presidente da ONG Rios Goianos – Curso D’Água, no hall térreo da Biblioteca Central.

    Trata-se de uma mostra ambiental itinerante, que será exibida nos principais parques públicos, praças da capital e espaços privados.  Alunos da rede pública municipal e particular também apreciarão o acervo, composto de 25 imagens coloridas no tamanho de 70 por 100 centímetros cada uma.

    "Essa mostra fotográfica na biblioteca da UFG, é a primeira pós-pandemia do coronavírus. O objetivo principal de nossa mostra é o de, apresentar aos alunos e visitantes da biblioteca, a história de uma das maiores recuperações ambientais já realizada no Brasil. Além de colocarmos em pauta a questão da degradação ambiental que envolve a todos nós! O rio Meia Ponte merece o nosso respeito, admiração e empenho para recuperarmos o principal manancial de água doce que abastece a cidade de Goiânia", diz o repórter João Faria.

    A mostra estará aberta ao público, de segunda a sexta-feira, das 7h15 às 22h.

    Veja algumas imagens que compõem o acervo:

    Foto 2 Rios Goianos

     

    Foto 3 Rios Goianos

     

    Foto 1 Rios Goianos

  • Minicurso Educação Crítica e DH

    Minicurso de extensão "Educação Crítica e Direitos Humanos: autonomia e emancipação do indivíduo"

    06 Jul

    O Programa de Extensão em Direitos Humanos da Universidade Federal de Goiás, vinculado ao Núcleo Interdisciplinar de Estudos e Pesquisas em Direitos Humanos (NDH) e ao Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Direitos Humanos (PPGIDH), ofertará um minicurso que tem como objetivo discutir a importância da educação crítica na emancipação e autonomia do indivíduo referente à constituição dos Direitos Humanos, recorrendo à Teoria Crítica Frankfurtiana, em específico aos autores Adorno e Horkheimer. 

    A ministrante, Profª Drª Cleudes Maria Tavares Rosa, abordará o tema em dois encontros virtuais pelo Google meet, nos dias 6/7 e 20/7, das 14 às 18 horas. As inscrições, gratuitas e abertas às pessoas interessadas no assunto, podem ser feitas no site do NDH. Serão emitidos certificados. Contato para mais informações: educacaocriticaedh@gmail.com.

     

    Minicurso Educação Crítica e DH

     

  • seminário face

    Face realiza seminário internacional dos programas de pós-graduação

    07 Jul

    A Coordenação de Internacionalização da Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Ciências Econômicas (FACE) irá promover, no dia 7 de julho, às 14h30, no mini-auditório da FACE, um seminário internacional com a presença do Prof. Sameer Kulkarni, do Indian Institute of Technology Gandhinagar (IITGN).

     

    Seminário Internacional dos Programas de Pós-graduação da Face

  •  lançamento_livro emac

    Professora Walquíria Batista (EMAC) lança livro sobre história do teatro em Goiás

    07 Jul

     lançamento_livro emac

     

    Histórias do teatro em Goiás: comunidade protagonista

     

    Sobre o livro

    O livro Histórias do teatro em Goiás: comunidade protagonista, da autora Walquiria Batista, é resultado de uma pesquisa realizada entre os anos de 2015 e 2021 em cidades da Região do Entorno de Goiânia, e estuda os seguintes grupos teatrais: Ponto de Cultura Cidade Livre, Grupo Desencanto de Teatro, Porão Cênico, Cia Delarte e Grupo Imagem.

    A obra enfoca os vários modos como o teatro agrega a comunidade local em seus eventos, textos, encenações e relações com a escola. O ponto de partida se deu com uma pesquisa exploratória no Ponto de Cultura Cidade Livre, situado em Aparecida de Goiânia. Neste passo inicial, identificou-se a promoção de oficinas, montagens e debates a partir de temas e formas trazidos pela comunidade, destacando nesse trabalho, uma forma de “teatro de vizinhos”, notadamente na montagem Em Aparecida de Goiânia... Tenho uma vida melhor!

    No passo seguinte, realizou-se um estudo sobre o Grupo Desencanto de Teatro, localizado na cidade de Trindade, ressaltando o evento “Caminhada de Fé” que ocorre na Semana Santa, com a encenação da Vida, paixão e morte de Jesus Cristo. Além disso, analisou-se dois espetáculos do grupo trindadense feitos com base em episódios da história do município, que têm como títulos: Povo da Villa de Barro Preto de Goyaz e Rua da Alegria.

    Avançando na pesquisa, estudou-se o histórico do teatro em Inhumas com os seus artistas, festivais e encenações, reconhecendo a escola como local de formação de grupos contemporâneos, como é o caso das companhias Porão Cênico, Cia Delarte e Grupo Imagem.

    Durante a leitura, é possível apreciar o teatro na história e a história no teatro; a periferia, tão comumente negada e esquecida, enquanto espaço relevante de produção cultural; a Paixão de Cristo como encenação capaz de agregar os religiosos e ateus de sua comunidade; e a escola como epicentro do teatro, donde brotam os novos atores, grupos e espectadores.

    Com a presente publicação, objetiva-se ampliar o debate sobre o teatro goiano, difundindo temas e problemas ainda pouco visitados em nossa historiografia. Pretende-se contribuir com futuras pesquisas acerca do teatro brasileiro e do teatro goiano em particular, registrar a nossa memória e tecer, aos poucos, a(s) história(s) do nosso teatro.

    Sobre a autora

    Walquiria Pereira Batista iniciou suas atividades como atriz em Goiânia, no ano de 1992, após concluir o curso Mergulho Teatral com o encenador Pedro Zorzetti. Atuou em vários grupos goianos de teatro, como Q.za, Teatro Exercício e Anthropos Cia de Arte e ganhou o prêmio de Atriz Revelação no III Festival Regional de Teatro de Anápolis (1994). Possui graduação em Artes Cênicas (Bacharelado, 2004; Licenciatura, 2005) e mestrado em Filosofia (2014) pela Universidade Federal de Goiás, com dissertação defendida sobre Nietzsche e a tragédia. Foi professora na agência Circuito Promoções e Eventos (1998-2003) e no Centro de Educação Profissional em Artes Basileu França (2004-2011). É docente na UFG desde 2009, lotada na Escola de Música e Artes Cênicas, onde atua na área de Artes da Cena.

    É membro da Associação Nacional de História (ANPUH), Seção Goiás. Coordenou o projeto de pesquisa “O teatro no entorno de Goiânia: uma introdução histórica” (2015-2017) e os projetos de extensão: “Diálogos sobre o teatro goiano” (2012-2015), “O entorno de Goiânia em cena: espaços, escutas e escambos” (2016-2017), “Polifonia da cena goiana” (2018-2020), e “Teatro em comunidades” (2020-2022). Desenvolve ações de ensino, pesquisa e extensão no campo da História e Teoria do Teatro, e atua principalmente nos seguintes temas: teatro e cultura, teatro e comunidade, teatro goiano.

    Tem trabalhos publicados nos livros Pensar o ver: perspectivas estéticas e possibilidades formadoras (Mercado de Letras), Filosofia, política & engajamento: quando arte e vida se encontram (Alameda); e nas revistas: Artes da cena (UFG), Em tese (UFMG), Rascunhos (UFU), Mediação (UEG), Contemplação (FAJOPA) e Inquietude (UFG).

    Endereço de acesso ao Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/6891019554767044


    Sobre o lançamento do livro


    O livro Histórias do teatro em Goiás: comunidade protagonista será lançado nesta quinta-feira, 07/07/2022, às 19h, no Bar Karuhá do Centro Cultural Martim Cererê (Rua 94 A, Setor Sul). Classificação indicativa livre, entrada franca.

    Fonte: ASCOM EMAC

Ver todos

Fique Atento

  • Minicurso 60+ 18-5-22

    Minicurso "60+: Desenhar para bem viver"

    18 May a 20 Jul

    Informações e inscrições: promocaosaude.dass@ufg.br

    Número de vagas: até 20

    Inscrição: gratuita

    Minicurso 60+ 18-5-22

     

    60+: Desenhar para bem viver

    Dass UFG em parceria com a FAV UFG oferece curso que tem como público-alvo aposentados, servidores da UFG 60+ e comunidade com mais de 60 anos

    O minicurso “60+: Desenhar para bem viver” propõe através do ato de desenhar, provocar novas maneiras de perceber o mundo e, desta forma, atuar nele. Serão 10 encontros, todas às quartas-feiras, no período vespertino, em cada um deles serão realizadas atividades práticas-orientadas, seguidas de reflexões sobre a experiência daquela prática realizada e o que elas provocaram.
    Espera-se que, ao compartilhar as experiências no ato de desenhar, representar o mundo e as emoções, que elas possam contribuir para abrir outras maneiras de ver, sentir e estar no mundo, além das das já sabidas e experienciadas.

     

    Fonte: Dass/Propessoas/UFG

  • rosa kliass 24-5-22 (1)

    Ciclo de debates “Trabalhando com Rosa Kliass”

    24 May a 03 Ago

    Para assistir à transmissão do evento, clique aqui.

     

    rosa kliass 24-5-22 (1)

     

    rosa kliass 24-5-22 (2)

     

    Unesp e UFG realizam ciclo de debates "Trabalhando com Rosa Kliass"


    A Universidade Estadual Paulista (Unesp), Câmpus Bauru, e a Universidade Federal de Goiás (UFG), Câmpus Goiás, realizam um ciclo de debates com profissionais que trabalharam com Rosa Kliass em alguns projetos realizados no norte e nordeste do país (estados do Amapá, Bahia, Maranhão, Pará e Rondônia). O evento on-line acontecerá quinzenalmente de 24/5 a 3/8 de 2022, às terças-feiras, sempre às 17h, e será transmitido no canal do Youtube (https://www.youtube.com/c/faacunesp014) da Faculdade de Arquitetura, Artes, Comunicação e Design (Faac), onde todos poderão participar com questões.

    O evento conta com a parceria na organização do Instituto de Arquitetura e Urbanismo (IAU-USP), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Associação Brasileira de Arquitetos Paisagistas (Abap) e apoio da Universidade Federal da Bahia (UFBA), Universidade Federal do Amapá (Unifap), Universidade Estadual do Maranhão (Uema), Escola Superior da Amazônia (Esamaz), Universidade Federal do Pará (UFPA) e Faculdade de Rondônia (Faro).

    "Trabalhando com Rosa Kliass" dialoga com a Exposição Virtual "Rosa Kliass: revelando paisagens brasileiras" (https://publica.ciar.ufg.br/projetos/rosa-kliass/) lançada no dia 7 de abril de 2022, onde estão expostos os projetos a serem debatidos.

    Em 2022, Rosa Kliass concorre ao prêmio Jellicoe (https://www.iflaworld.com/sgja), honraria anual concedida pela Federação Internacional de Arquitetos Paisagistas (Ifla) em homenagem às contribuições dos profissionais para esse campo de atuação.
     

     

     

     

     

Acompanhe a Acolhida 2022 para novos estudantes na UFG

A UFG

A Universidade Federal de Goiás foi fundada em 1960 com a fusão de cinco faculdades já existentes. Com 102 cursos de graduação, mais de 6 mil vagas disponíveis por ano na graduação e mais de 28 mil alunos, está presente nas cidades de Goiânia, Aparecida de Goiânia e Goiás. Além da graduação, a UFG oferece 78 cursos de pós-graduação entre mestrados, doutorados e mestrados profissionais.

Reitoria UFG
Localização
Regional Goiânia
Regional Goiás
Clique para carregar o mapa

Câmpus Samambaia

Avenida Esperança s/n

Câmpus Colemar Natal e Silva

5ª Avenida - Setor Leste Universitário

Câmpus Aparecida de Goiânia

R. Mucuri, s/n - St. Conde dos Arcos, Aparecida de Goiânia - GO, 74968-755

Clique para carregar o mapa

Campus Jatobá - Cidade Universitária

BR 364, km 195, nº 3800

CEP 75801-615

Campus Riachuelo

Rua Riachuelo, CP 03

CEP 75804-020

Clique para carregar o mapa

Campus I

Av. Dr. Lamartine Pinto de Avelar, 1120

Setor Universitário - CEP 75704-020

Campus II

Avenida Castelo Branco, s/n

Setor Universitário - CEP 75704-020

Clique para carregar o mapa

Avenida Bom Pastor, S/n - Setor Areião, Goiás